O garoto, de 17 anos, que matou Renata Melo do Amaral, 36 anos, no início do mês, no Santa Cândida, se apresentou na Delegacia de Furtos e Roubos acompanhado do advogado, no final da tarde de quarta-feira, e ficou apreendido. Depois de ouvido, ele foi encaminhado à Delegacia do Adolescente.

O assassino confessou ter atirado na vítima, que carregava o filho de três anos no colo, porque ela reagiu quando ele ordenou que ela entregasse a chave do Astra. O adolescente afirmou que não sabia que o mesmo veículo havia sido roubado dias antes por outros integrantes da sua quadrilha.