Dois adolescentes de 16 anos seriam os autores do roubo seguido de morte, que vitimou o auxiliar administrativo Ezequias Padilha dos Santos, 28 anos. O crime ocorreu às 11h30 de terça-feira, na Rua Manoel Valdomiro de Macedo, próximo ao Banco do Brasil, na Cidade Industrial. Um dos suspeitos foi detido logo após o assassinato, pela Polícia Militar, e encaminhado na tarde do mesmo dia à Delegacia do Adolescente, onde está recolhido. O outro continua foragido.

Segundo informações da polícia, dois ex-funcionários da Transportes Rodowya, que são parentes dos menores, teriam dado a sugestão do assalto para os menores, que concretizaram o crime.

O delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Furtos e Roubos, informou que está investigando o caso com ajuda de policiais do 11.º Distrito (Cidade Industrial). Ele disse que os trabalhos estão adiantados e prometeu colocar todos os envolvidos atrás das grades, nos próximos dias.

Reação

Ezequias saía do Banco do Brasil, após sacar R$ 10 mil, quando foi atacado pelos garotos, que deram voz de assalto quando ele embarcava no Gol, placa AEJ-1432. A vítima reagiu e entrou em luta com os menores, sendo que um dos adolescentes disparou a arma. O tiro acertou o ombro e saiu pela cabeça da vítima.

O auxiliar administrativo trabalhava na empresa há quase 15 anos e costumava ir a três bancos, situados na mesma rua, todos os dias.