Três homens não se importaram em executar Emerson Biscaia Bulick, 18 anos, na frente da família dele. Ele foi morto com cerca de 10 tiros – inclusive de metralhadora – dentro de casa, na Rua Sabiá, Jardim Industrial, Araucária, às 6h de sábado. Outro rapaz que morava no mesmo terreno também foi baleado, na cabeça.

Os assassinos chegaram num Passat ou Santana vermelho e estacionaram em frente ao endereço. Pularam o muro e bateram na casa da frente, onde mora Izanildo Amaral, 29 anos, inquilino da família de Emerson. Mesmo sem reagir, ele levou dois tiros na cabeça ao atender os chamados. “Procuravam Emerson, mas ficaram com raiva por terem errado de porta e atiraram em Izanildo”, falou o soldado da Silva, do 17.º Batalhão da PM. O ferido foi levado pelo Siate, em estado grave, ao Hospital Cajuru.

Aos chutes e berros, os matadores bateram na porta de Emerson. A mãe dele atendeu e foi obrigada a sair, junto com a irmã e com o pai do rapaz.

O trio invadiu a casa e matou Emerson com tiros de revólver e metralhadora calibre ponto 40. “Foi você que andou roubando meu pai?”, teriam dito os assassinos à vítima, pouco antes de disparar. Eles fugiram com o mesmo carro em que chegaram.

A vítima seria viciada em drogas, de acordo com a polícia.