Moradores de Almirante Tamandaré e Campo Magro estão comemorando a prisão de Jackson Romário de Andrade, 20 anos, o “Romarinho”. Segundo a polícia, o bandido é suspeito de dez homicídios nas duas cidades e quatro roubos a comércios. Desde sua prisão, em 18 de março, a movimentação de vítimas na delegacia é intensa para reconhecer o homicida que, dentro da cadeia, cortou o cabelo pra confundir o reconhecimento.

“Romarinho” foi abordado pela Polícia Militar na Avenida Manoel Ribas, no Butiatuvinha, pilotando uma moto. Ele portava revólver calibre 38 e uma touca balaclava e foi preso em flagrante.

De acordo com o delegado Hertel Rehbein, titular da DP de Campo Magro, a prisão preventiva já foi autorizada. O delegado comentou que assim que “Romarinho” foi preso, ele arranjou um jeito de cortar o cabelo dentro da cela para evitar mais reconhecimentos, devido a grande quantidade de crimes praticados.

“Romarinho” já é antigo na vida do crime. Além dos homicídios e roubos que é investigado, ele tem passagem por receptação e, no fim do ano passado, trocou tiros com a polícia em três confrontos em uma mesma noite, durante uma fuga com carros roubados. Mesmo ferido, ele conseguiu fugir.

O delegado reparou que, desde a prisão do suspeito, houve uma diminuição no número de crimes em Almirante Tamandaré e em Campo Magro. “As pessoas estão se sentindo mais tranquilas até pra anda na rua”, conta.