Lucas de Almeida Assolari, 25 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (14), na Rua Divonzir Luciano, próximo ao cruzamento com a Rua Tavares de Lyra, no Jardim Independência, em São José dos Pinhais. O rapaz foi morto com 13 tiros de pistola calibre 380.  

Por volta das 6h, moradores ouviram os vários disparos e, quando saíram para ver o que havia acontecido, encontraram o rapaz já morto. Ao lado do corpo, a perícia do Instituto de Criminalística recolheu 14 cápsulas da pistola usada no crime.

De acordo com a polícia, os tiros acertaram o corpo todo, mas os maiores ferimentos eram na cabeça, ombros, nádegas e costelas. A maioria dos tiros foi disparada pelas costas, o que fez com que o rapaz não tivesse chance alguma de defesa. Os disparos foram feitos próximos ao corpo, o que mostra que o assassino estava bem perto de Lucas na hora do crime.

No local, por se tratar de uma região já considerada perigosa pela quantidade de assassinatos, ninguém quis comentar o que viu ou ouviu. Por conta disso, poucas informações chegaram aos policiais militares e o que pode ter motivado o assassinato ficou como um mistério para a polícia.

O que se sabe é que Lucas já tinha sido preso, no dia 21 de março, na Avenida Rui Barbosa, depois que policiais militares receberam informações de roubos a pedestres da região. Ele foi detido com um celular roubado e pertences das vítimas.