Ao tentar atravessar o Rio Piraquara, na cidade que leva o nome do rio, um homem, conhecido apenas como “Baiano”, morreu afogado. O cachorro da vítima tentou socorrê-lo até o último minuto.

“Baiano” se aproximou da ponte sobro o rio, que fica a 200 metros do quartel do Corpo de Bombeiros da cidade, no Jardim Guarituba, às 11h50 de ontem. Ele conversou com algumas pessoas que pescavam no local e insistiu em atravessar por dentro da água.

“As testemunhas nos informaram que pediram para ele não fazer isso. Ele poderia atravessar por cima da ponte, mas não quis”, explica o soldado Bertuzzi, do 17º Batalhão de Polícia Militar.

Uivos

Mesmo com a água apenas na altura dos joelhos, “Baiano” caiu e afogou-se. O cachorro de estimação, de acordo com os pescadores, entrou imediatamente na água para tentar ajudá-lo.

Sem conseguir puxar o dono sozinho, ele latia e uivava, como se pedisse a ajuda de alguém. “O animal ficou até o último minuto ao lado do dono. Quando viu que não poderia fazer nada, saiu da água e desapareceu”, conta o soldado.

“Baiano” afundou na água, e seu corpo foi encontrado pelos bombeiros instantes depois. Ele vestia calça cinza, tênis branco, camisa laranja e aparentava ter 35 anos.

Até o corpo ser recolhido pelo Instituto Médico Legal, por volta das 14h30, ficou em uma margem do rio, protegido pela Polícia Militar. Sem se importar com o acidente, pelo menos três pessoas continuaram pescando na margem contrária.