Fuzilado dentro do boteco, no Sítio Cercado.

O tempo fechou dentro de um boteco da Rua Arcanjo São Rafael, Sítio Cercado, no final da noite de domingo. Antônio Moreira Rocha, 54 anos, viu o filho metido no quebra-pau e intercedeu para defendê-lo. O pai levou três tiros e morreu em frente ao estabelecimento, às 22h45.

Quando a viatura da Delegacia de Homicídios chegou ao local do crime, o boteco já estava fechado. Mas parentes da vítima contaram que Antônio chegou a lutar com o homem que encrencara com o filho. O autor fugiu logo após os disparos e não foi identificado. A vítima e o filho moravam na Rua David Tows, Sítio Cercado.