Alberto Melnechuky
Márcio tentou escapar com o Gol em marcha à ré.

Ao tentar fugir de dois assaltantes, Márcio Ferreira Grochentz, 38 anos, filho do tenente da reserva Kolb, foi morto com dois tiros na barriga, às 20h40 de ontem, na Rua Câmara Júnior, no Jardim das Américas. Os criminosos seriam ex-policiais militares, suspeitos de diversos roubos de carros na região, e que já eram investigados pelo serviço reservado da Polícia Militar.

Márcio entrava com o Gol placa LZG-6222 na garagem de sua casa, quando dois rapazes, aparentando 25 anos, vestindo camisetas pretas, calça jeans e com um crachá no pescoço se aproximaram e pediram o carro. Em vez de obedecer a ordem, Márcio engatou marcha à ré e saiu. Os bandidos atiraram contra o veículo, acertando um disparo no pára-brisas.

Fuga

Mesmo assim, Márcio continuou a fuga e foi de ré por aproximadamente 50 metros, até colidir o veículo contra a grade de um sobrado. No carro, o perito do Instituto de Criminalística encontrou quatro disparos, dois no pára-brisas e dois no vidro da porta do motorista, que teriam sido dados depois da batida. Os assaltantes correram até uma empresa e levaram duas bicicletas do vigilante.

Os suspeitos do crime são dois ex-PMs, que foram expulsos da corporação. Segundo soube o delegado Ronald de Jesus, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), policiais militares do serviço reservado carregavam fotos dos suspeitos.

O vigilante teria reconhecido os assaltantes. Ronald disse que já pediu ao comando da PM para que a identificação e imagens dos suspeitos sejam passadas à delegacia o quanto antes. Investigadores ainda souberam que os dois ex-PMs seriam responsáveis por roubos de carros no Jardim das Américas.

Perigo

Moradores da rua estavam revoltados com o crime. Eles informaram que é comum assaltos contra residências no bairro e roubos de veículos. ?Teve gente que até se mudou daqui. A gente liga para a polícia, que até tenta fazer alguma coisa, mas eles demoram. Só tem uma viatura?, disse Robson Paulo Rolim.