Quando se dirigiam para arrombar o caixa eletrônico do Banco do Brasil, na Rua Francisco Derosso, no Xaxim, cinco homens foram interceptados pela polícia. Houve confronto e troca de tiros. Um dos bandidos, identificado como Claudemir Martins, 40 anos, morreu. Ele chegou a ser conduzido ao Hospital do Trabalhador, onde deu entrada às 4h50 de ontem, mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 5h30.

Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos já tinham informações sobre o furto do caixa eletrônico e foram para o banco aguardar a chegada dos marginais. Os policiais desconfiavam que os bandidos usariam a Sprinter, placa AHK-4249, assaltada no Boqueirão, na quinta-feira. Porém, quando os marginais se aproximavam do banco, Claudemir, que conduzia a Sprinter, cruzou com policiais militares da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), na Rua David Tows. Ao checarem a placa do veículo, apuraram que era roubado e iniciaram a perseguição. Outros quatro homens que ocupavam um Tempra, roubado no último dia 30 em Pinhais, davam cobertura a Claudemir, sozinho na Sprinter. Ferido, o marginal tentou fugir e acabou colidindo o veículo contra um poste. Ele foi conduzido ao hospital pelos próprios policiais. O cabo Renato César Ferreira, do serviço reservado da Rone, informou que com a chegada dos policiais da DFR, que estavam nas proximidades, os bandidos acabaram se separando. Enquanto a PM seguia Claudemir, uma equipe coordenada pelo delegado Rubens Recalcatti saiu atrás do Tempra, ocupado pelos quatro homens. Os marginais seguiram pela BR-116. Novamente houve troca de tiros, mas os marginais conseguiram escapar.