A Policia Militar confirmou, por meio de nota em seu site, a morte do soldado Evair Gonçalves, do 22º Batalhão de Polícia Militar (22º BPM), na noite desta quinta-feira (03) no hospital Cajuru, em Curitiba. O policial militar estava internado desde a noite do último domingo (28) quando foi vítima de disparo de arma de fogo em uma panificadora em Pinhais, na região metropolita de Curitiba. O Comando Geral da Polícia Militar do Paraná decretou luto oficial de um dia pela morte do soldado.

“Mais um momento de perda de um policial militar; toda família miliciana se vê consternada, se solidariza com a dor do soldado Evair”, lamenta o Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Maurício Tortato. “Invocamos a proteção divina a todos os integrantes desta corporação, cujos integrantes diariamente dedicam suas vidas em prol da comunidade, para que situações como esta não voltem acontecer. Que Deus continue a nos iluminar nesta caminhada árdua em defesa da sociedade”, pede Tortato.

O soldado Evair, tinha 51 anos, estava na corporação desde abril de 1994, e deixa esposa e filhos. A família de Evair decidiu pela doação de órgãos, procedimento está sendo feito agora. “Mesmo depois de partir o soldado Evair continuará ajudando a sociedade por meio da doação de seus órgãos; este é um ato nobre, humano e solidário da família dele e que precisa ser enaltecido”, diz o coronel Tortato.

O velório e o sepultamento do policial militar ainda não estão definidos e serão informados assim que forem confirmados.

Vídeo mostra o momento do assalto!