Dívida de drogas pode ter causado o assassinato de Hédio José de Carvalho, 37 anos, baleado com três tiros na Rua Major Miguel Balbino Blasi, no Sítio Cercado, no início da tarde desta quinta-feira (13).

Segundo testemunhas, dois homens em duas bicicletas atiraram contra a vítima e fugiram em seguida. Paulo Carvalho disse que seu irmão era usuário de drogas há 12 anos, e que pelo menos há sete usava crack.

Paulo ainda disse que Hédio foi internado várias vezes e chegou a ficar um ano sem usar drogas, mas voltou para o vício e acredita que o irmão foi morto por causa de alguma dívida de drogas.

Hédio trabalhava como pintor autônomo e não tinha passagem pela polícia. A vítima deixou duas filhas, uma de 17 e outra de três anos.