A noite do último dia de 2015 e a madrugada do primeiro dia de 2015 registraram muitas mortes violentas em Curitiba, região metropolitana e litoral do Paraná. Em Itaperuçu, um casal foi alvo de diversos disparos de arma de fogo na Rua Benedito Vieira Guimarães, bairro Butieirinho, no começo da noite de quarta-feira (31). Os dois, que estavam em uma caminhonete, foram abordados pelos atiradores, que estariam em um Gol. Ronei Sprada de Lara, 24 anos, levou vários tiros e morreu na hora. A mulher dele levou um tiro na barriga e foi socorrida pelo Siate, em estado grave, ao Hospital Evangélico, em Curitiba.

Em São José dos Pinhais, um jovem foi morto a tiros na Rua Onofre Holthman, Rio Pequeno, em São José dos Pinhais. Ademir Bueno da Costa, 23 anos, ligou para o 190 e disse que sua mulher estava ameaçando mata-lo atropelado. De acordo com a Polícia Militar, quando os policiais chegaram ao local, encontraram o jovem caído baleado. O Siate chegou a ser acionado, mas ele não resistiu.

Litoral

Já na madrugada de ontem, um rapaz de 27 anos foi morto a tiros no litoral do Paraná. Jean Cler de Souza foi baleado e chegou a ser socorrido pelo Siate, mas morreu na hora. O crime aconteceu no balneário de Guaciara, em Matinhos. O corpo do rapaz foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba e a Delegacia de Matinhos é responsável pelas investigações do crime.

Pauladas

No Alto Boqueirão uma festa de família acabou em tragédia depois da virada do ano. Alexsandro Belotto, 27 anos, foi morto a pauladas em frente à casa de alguns familiares, na Vila Pantanal. Segundo a PM, o jovem teria se envolvido em uma discussão onde jogou uma jarra d’água na sogra, perto das 3h. Ele saiu de casa e logo depois foi encontrado morto. O autor não foi encontrado e a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o que aconteceu no local.

Ameaças

Em Tijucas do Sul, Joilsse Lacerda Barbosa, 35 anos, foi morta em frente a uma casa, no quilômetro 21 da PR-281, enquanto comemorava a chegada de 2015. Segundo informações da Polícia Militar, um homem teria ameaçado a mulher e disse que a mataria. Joilsse morreu na hora e outra mulher que estava com ela foi atingida, mas foi socorrida por moradores.

Os atiradores, armados, fizeram vários disparos. Testemunhas contaram que Joilce chegou a ser ameaçada e o principal suspeito do crime seria um ex-namorado dela, mas o homem não foi identificado.

Tiros

No começo da manhã de ontem, dois homens foram mortos a tiros. Em Almirante Tamandaré, um rapaz, de aproximadamente 22 anos, foi assassinado na Rua Bortolo Muraro, no bairro Areia. Ele, que não portava documentos, vestia uma blusa azul, camiseta preta, calça preta e sapato preto. No Pinheirinho, em Curitiba, Luciano Pereira de Oliveira, 29, foi morto a tiros na Rua Emanuel Voluz, no Conjunto Pirineus. Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de que o rapaz estaria envolvido com as drogas. O apelido do suposto autor foi identificado e agora a DHPP procura por ele. Denúncias podem ser feitas pelo 0800-6431-121.