Com pauladas na cabeça, um homem sem identificação foi encontrado morto, por volta de 8h de ontem, na Rua Marcelo Chiquiti, Jardim Ana Terra, em Colombo. O corpo estava dentro de uma casa em construção que, desde a morte do proprietário, está abandonada.

O rastro de sangue no chão de terra e no muro mostrava que o homem foi morto na frente da casa. Um buraco mostra que o assassino afundou a cabeça da vítima na terra e desferiu as pauladas, espirrando sangue no muro.

Em seguida, o assassino arrastou o homem até o interior da construção e deixou o corpo em meio a entulhos e o pedaço de pau usado para matá-lo. De acordo com os soldados Mansano e Matos, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, como a vítima ficou com a cabeça esfacelada não foi possível estimar a idade.

Um morador da região se aproximou do corpo e reconheceu a vítima, apesar de estar desfigurada. “Ele era companheiro de bar”, comentou o homem, dizendo que o morto aparentava ter 40 anos. Vizinhos também disseram que a vítima passou a noite bebendo e que o apelido do suposto assassino é “Joãzinho”.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) e até o início da tarde não havia sido identificado. O morto vestia calça jeans, meias pretas e uma blusa clara, que estava enrolada na altura do peito, provavelmente pelo corpo ter sido arrastado.