O carioca João Vitor da Silva, 28 anos, foi encontrado morto a pedradas e pauladas, caído numa rua, ainda sem nome, de um loteamento recente, no bairro Iguaçu, em Araucária. O corpo foi localizado por volta das 7h. Ao lado do cadáver, estavam as “armas” do crime.

De chinelos, bermuda e camiseta, João foi identificado pelo documento encontrado em sua carteira, que também continha extratos bancários, comprovantes de compra feita em um supermercado na noite anterior e dois cartões de crédito.

Como não havia dinheiro, o cabo Marcos, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, desconfia que João foi vítima de latrocínio (roubo com morte) e atraído até o local por mais de uma pessoa.

Investigação

Por ser uma região de pouco trânsito, ninguém testemunhou o crime. “Como ele é natural do Rio de Janeiro, acredito que ele deve ter vindo trabalhar em alguma empreiteira de obras aqui da cidade”, comentou o policial.

Policiais da delegacia do município já iniciaram as investigações. Eles buscam descobrir mais detalhes sobre a vítima, como onde morava e trabalhava, para chegar desvendar o crime.