Três tiros no peito mataram Edemar da Silva, 45 anos, no início da manhã de ontem, no Pinheirinho, em Curitiba. O crime aconteceu na Rua Cid Marcondes de Albuquerque, próximo à esquina com a Rua Izidoro Stavitzki. O homem foi socorrido pelo Siate, mas não resistiu e morreu na ambulância, a caminho do Hospital do Trabalhador.

Populares contaram aos socorristas que Edemar era ex-policial militar e estaria envolvido com o mundo das drogas. Quando foi baleado, o homem segurava um cachimbo usado para fumar crack. Ainda segundo moradores, Edemar já havia sido baleado há cerca de um ano. Este foi o quarto assassinato registrado no bairro Pinheirinho somente em junho.