O servente de obras Jefferson Fiuza, 22 anos, morreu ao levar tiros na porta de um bailão, no Pinheirinho. O fato ocorreu na madrugada de ontem, à margem da BR-476, próximo da garagem da Pluma. Um amigo que estava com ele também foi ferido na perna e permanece internado.

Segundo levantamento da Delegacia de Homicídios, Jefferson e alguns amigos saíam do bailão quando foram atingidos por tiros. As duas vítimas foram socorridas pelo dono da estabelecimento, mas Jefferson chegou morto ao Hospital do Trabalhador. O outro rapaz foi encaminhado ao Hospital Evangélico.

A vítima que sobreviveu não sabe de onde partiram os disparos nem quantos foram os atiradores ou se estavam a pé ou em algum veículo. Contou à família de Jefferson que apenas ouviu os tiros e quando percebeu o que estava acontecendo foi baleado na perna.

A mãe do servente de obras contou que o filho era uma boa pessoa, não se envolvia em brigas nem era viciado em drogas. Ele morava próximo de onde tudo aconteceu. Era casado e tinha um filho.