O roubo de vales-transporte continua ocorrendo com freqüência em Curitiba. Na manhã de ontem, o funcionário de uma construtora foi surpreendido por dois marginais que ocupavam uma motocicleta, quando parou o carro em um semáforo na esquina das ruas Dr. Faivre e Comendador Macedo, centro, às 10h30. Ele havia acabado de sair do posto de venda da Urbs (empresa responsável pelo transporte coletivo em Curitiba), na Rodoferroviária.

De acordo com a queixa registrada na Delegacia de Furtos e Roubos, a vítima parou o Gol naquele cruzamento e uma motocicleta prata, com dois ocupantes armados, encostou ao lado. Imediatamente foi dada voz de assalto e ordenado ao rapaz que desligasse o automóvel e entregasse as chaves. O garupa da moto pegou a chave e abriu o porta-malas do carro, retirando um malote com 6.350 vales-transporte (no valor de R$ 10.795,00). Em seguida fugiram. O caso está sendo investigado pelo delegado Rubens Recalcatti, que já investiga outro assalto igual ocorrido mês passado, quando foram levados 327 mil vts. “Há grupos agindo em Curitiba, especializados em roubos de vales-transporte. Muitas vezes usam de violência e atacam em motocicletas”, afirmou o policial. (CB)