Depois de adiado duas vezes, está previsto para hoje no Fórum de Fazenda Rio Grande o julgamento de Rodrigo Olívio, 27 anos, motorista de caminhão acusado de matar cinco pessoas de uma mesma família em acidente ocorrido em 13 de junho de 2008, no km 148 da BR-116, localidade de Pinheiros, em Mandirituba. Ele não tinha carteira de habilitação e estava embriagado. Rodrigo dirigia uma carreta Scania e, ao se perder em uma curva, atingiu um Gol ocupado pelo vereador de Piên, Jair Kurovski, 36 anos, que estava acompanhado pela mulher, Célia Regina Wendrechovski, 36; a filha Jaine Kurovski, 13; a irmã Jussara Kurovski, 32, e a sobrinha Betina Kurovski, 15. Todos morreram. Outros dois carros também se envolveram no acidente, mas os condutores não se feriram. Rodrigo fugiu do local e foi preso no dia seguinte.

Ônibus

O julgamento está marcado para as 13h. Duas horas antes, será disponibilizado um ônibus de Piên às pessoas interessadas em acompanhar o júri. O coletivo sairá da frente do Hotel Santo Antônio. Para a família do vereador, é grande a expectativa de que a sentença seja dada.

O primeiro júri foi marcado para abril deste ano, e remarcado para 6 de julho porque o réu constituiu novo advogado. Para surpresa e indignação dos parentes das vítimas, que foram até o fórum acompanhar a sessão no início do mês, o júri foi adiado para hoje porque a o advogado de defesa não compareceu.