O homem baleado em Colombo na véspera do Natal, enquanto divulgava mensagens natalinas ao lado de uma pessoa vestida de Papai Noel, morreu terça-feira à noite no Hospital Cajuru. O motorista Luís Wilmar Martins, 42 anos, levou um tiro no peito numa tentativa de assalto, e permaneceu internado nestas duas semanas. A polícia afirma possuir pistas dos autores.

Na tarde de 24 de dezembro, três homens armados de pistola deram voz de assalto a Luís na esquina da Rua Dulcídio Falavinha com a Estrada da Ribeira, Alto Maracanã. O motorista estava em seu Gol equipado com alto-falantes, que ajudava a divulgar a loja da esposa dele. A seu lado, um homem com roupas de Papai Noel distribuía doces a crianças perto do estabelecimento. Luís teria se recusado a entregar as chaves do carro e foi baleado, sendo levado pelo Siate ao hospital.

Os assaltantes tomaram o Gol e fugiram em direção a Pinhais. O carro foi localizado perto da divisa entre os dois municípios, na madrugada seguinte. Por enquanto, a identidade dos latrocidas é desconhecida. “Mostramos nosso álbum com mais de 300 fotos de presos e ex-presos, mas ninguém reconheceu os autores”, disse Job de Freitas, da delegacia do Alto Maracanã, que encaminhou as testemunhas ao Instituto de Criminalística para confecção do retrato-falado. “Temos alguns nomes de suspeitos, que seriam da região. Devemos capturá-los em breve”, garantiu o policial.