“Fim de ano, né?” – foi a frase usada por Luana Aparecida Ribeiro, 18 anos, para justificar o transporte de 15 kg de maconha que fez de Foz do Iguaçu a Curitiba. Ela foi presa em flagrante no estacionamento de um supermercado na Avenida das Torres, no Prado Velho, na manhã desta sexta-feira (04).

Em entrevista à imprensa, a moça contou que veio até a capital de ônibus. Ela disse que não sabia que havia tanta maconha na mala que lhe foi entregue. “Achei que eram só 3 kg”, afirmou.

Luana relatou que mora em Foz do Iguaçu e, segundo ela, foi a primeira vez que transportou entorpecentes. “Nunca vendi. Só consumia, desde os 13 anos”, comentou. Ela afirmou desconhecer quem buscaria a maconha. Pelo serviço, receberia R$ 2,2 mil. “Não valeu a pena”, garantiu.

Sobre a prisão, Luana comentou, com um sorriso debochado no rosto: “Três aninhos, né? Não dá nada”. A moça ainda revelou que não confiava na qualidade da maconha que trouxe. “Não fumaria”.

A delegada Camila Cecconello, da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), explicou que os policiais chegaram até Luana depois de receber denúncia de uma jovem com comportamento suspeito no estacionamento. Ela foi autuada por tráfico de drogas.

Com informações da Polícia Civil.