Uma mulher, de aproximadamente 49 anos, foi encontrada morta com sinais de muita violência no final da tarde deste sábado (8). O corpo foi visto por moradores que passavam pela Estrada Rural Rio da Várzea, a PR-419, em Agudos do Sul, na região metropolitana de Curitiba.

A mulher estava às margens de um rio. A cabeça estava amarrada a um saco plástico. O que chamou atenção do Corpo de Bombeiros, que fez o resgate, e também da polícia, é que ela estava com as calcinhas abaixadas.

Sem nenhum documento que pudesse a identificar, nenhum morador também a reconheceu como sendo uma pessoa da região. Ela era loira e vestia calça jeans azul e blusa verde.

A causa da morte da mulher não foi identificada, oficialmente, pelo perito do Instituto de Criminalística. O corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba, onde deve passar por exames complementares e também ser identificado.