Uma jovem, de 22 anos, foi abandonada por quatro homens, no Centro Municipal de Urgências Médicas (CMUM) do Boqueirão, no final da madrugada de ontem (02). Ela estava gravemente ferida, inconsciente e com indícios de que sofreu violência sexual. Assim que a vítima recebeu atendimento, os rapazes fugiram.

A equipe de enfermagem que estava de plantão avisou a Polícia Militar, por volta das 5h. A moça loira, muito bonita, foi levada até o CMUM pelos quatro rapazes, um deles vestindo apenas cueca. Como o estado dela era grave, os plantonistas a colocaram em uma maca e a levaram rapidamente para uma sala de atendimento.

Um dos rapazes, que entrou carregando a jovem, disse que voltaria ao carro para buscar documentos, mas fugiu, junto com os demais. As imagens das câmeras do circuito interno de segurança poderão ajudar a Delegacia da Mulher a identificar os envolvidos.

Estupro

A jovem sangrava muito pelo nariz e pela boca, tinha ferimentos em várias partes do corpo e indícios de que foi estuprada. Até a tarde de ontem, permanecia em coma. Um médico-legista, do Instituto Médico-Legal, colheu material genético deixado no corpo da vítima, para confrontar com o de suspeitos que possam ser detidos futuramente. Separada e mãe de um filho, a vítima morava em Prudentópolis, no sudeste do Paraná, e veio para Curitiba há pouco mais de um mês. Familiares dela não quiseram falar sobre o crime.