Polícia Federal/Divulgação
Maconha apreendida
pela PF de Guaíra.

A cada dia o tráfico de drogas arrebanha mais mulheres para atuarem como "mulas" (transportar a droga). A constatação é da Polícia Federal de Guaíra, que este ano já prendeu 91 pessoas envolvidas com o tráfico, sendo 41 do sexo feminino. Só no mês de setembro foram autuadas 23 pessoas, destas nove mulheres.

A última prisão aconteceu no início da noite de terça-feira. Maria Ivone Santana Casalho, 40 anos, e sua nora, Sueli do Nascimento Campos, 25, foram apanhadas levando 42,2 quilogramas de maconha na bagagem. Moradoras em Assis Chateaubriand (PrR, as mulheres tinham como destino a cidade de São Paulo (SP). Elas não revelaram o nome da pessoa que as contratou, quanto iriam receber pelo "serviço" nem para quem entregariam a droga, na Estação Rodoviária de Barra Funda.

Segundo a assessoria de imprensa da PF, o envolvimento de mulheres com o tráfico de drogas apresentou crescimento na região. Também aumentou a quantidade de apreensões em linhas de ônibus convencionais, regionais e interestaduais.

A PF chegou a conclusão que os aliciadores das "mulas" estão mudando a tática, contratando mulheres, principalmente mais velhas, e diminuindo a quantidade levada em cada viagem. Um exemplo, foi a prisão da aposentada Maria Alaíde Straube de Camargo, 50, presa com 18,6 quilogramas de maconha.