A criminalidade continua fazendo Colombo a cidade mais violenta da RMC. São 63 homicídios no ano, nove só neste mês. Na noite de quarta-feira, em menos de quatro horas, dois homens foram mortos. Um deles seria integrante de uma quadrilha de ladrões de carro e foi morto ao tentar assaltar um policial militar.

Pouco antes das 23h30, quatro homens no Fox placa ATC-4669, roubado de uma residência no Jardim Ana Terra, abordaram um soldado do 13.º Batalhão da Polícia Militar, que chegava em casa, na Rua das Avencas, bairro Monte Castelo. Eles anunciaram o assalto, mas foram recebidos a tiros.

Fuga

Os marginais tentaram fugir com o Fox, mas pararam quase na esquina com a Rua das Margaridas. Rafael Oliniki, 20 anos, tinha sido baleado e morreu na hora. Os outros escaparam a pé, por um matagal, e a polícia não descarta que eles tenham sido feridos. Com Rafael, foi apreendida uma pistola oxidada, calibre 380, com a numeração lixada e nove munições intactas. A arma e o carro foram levados à delegacia do Alto Maracanã.

Balaços

Cerca de quatro horas antes, moradores da Rua Rosa Lazarotto Strapasson, no bairro São Gabriel, encontraram Adelso Pereira da Silva, 36 anos, conhecido como “Dentinho”, morto com três tiros na cabeça. Próximo ao corpo, peritos do Instituto de Criminalística recolheram cápsulas de pistola calibre 380.

Além das duas mortes, Juliano Rafael Augusto de Souza, 27, foi baleado no peito, perto de um bar, na Rua Porto Alegre do Sul, também no São Gabriel, e foi encaminhado ao Hospital Cajuru.