Ciciro Back / GPP
Ciciro Back / GPP

José Juarez foi encontrado morto
em casa, com um tiro e facadas.

Doze homicídios foram registrados entre a noite de sexta-feira e a manhã de ontem, em Curitiba e Região Metropolitana. Foram nove assassinatos na capital e três em municípios da Região Metropolitana.

Só na região do Parolin, alvo de uma recente megaoperação policial para conter a criminalidade, ocorreram duas mortes violentas. Elton de Agostinho, de aproximadamente 20 anos, foi morto na Rua Augusto de Mari. Por volta das 20h de sexta-feira, ele levou três tiros no abdômen e um na nuca. Populares não souberam dar informações sobre o crime. Ainda no Parolin, a jovem identificada por Fabíola Ovesko, de aproximadamente 23 anos, foi morta na Rua Professor Rubens Elke Braga, por volta da 1h30 da madrugada de sábado, vítima de disparos de arma de fogo. Populares disseram não conhecer a garota, que foi encontrada usando botas pretas, calça azul, jaqueta preta e blusa de lã amarela e rosa.

No Tatuquara, mais dois homicídios. O pedreiro José Juarez Gomes, 38 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça e facadas pelo corpo, em sua casa, na Rua Arcésio de Barros Lima, Vila Santa Rita. Vizinhos disseram que ele andava com uma faca na cintura e arranjava confusões pelo bairro. Ele já esteve preso por uma tentativa de homicídio. No Jardim da Ordem, uma rapaz não identificado foi morto a tiros na continuação da Rua Paulo Zinher. Moreno claro, de cabelos ralos e escuros, o rapaz vestia blusa de lã lilás e cinza, uma calça de moletom azul e outra de agasalho preta por cima, e calçava tênis preto.

No CIC, o auxiliar de produção Érick Felipe Rodrigues, 22 anos, foi morto com três tiros na Praça Frei Miguel, na cancha de futebol do Conjunto Oswaldo Cruz, antes de chegar à casa de sua namorada, na noite de sexta-feira. Ele foi levado pelo Siate ao Hospital do Trabalhador, onde morreu. Vítima de tiros, caído em via pública, foi encontrado Denilson José dos Santos, que morreu às 5h20 de ontem, na Rua Cid Campêlo, Vila Barigüi, CIC.

Na Vila Hauer, um duplo homicídio aconteceu por volta das 20h de sexta-feira. Wilton Portilho e Francisco Pedro dos Reis conversavam em frente à casa de Francisco, na Rua Anne Frank, quando dois rapazes lhes deram voz de assalto. Wilton reagiu e atirou nos bandidos com uma pistola 6.35. O soldado do Exército Vanderlei Cristiano Perussi, 18 anos, e o padeiro Anderson Rempel de Camargo, 21 anos, morreram dentro do carro. A irmã de Wilton disse que ele se apresentará nas próximas horas.

No Campo Comprido, um homem não identificado foi encontrado sem vida, com cinco tiros no tórax, na Rua Heitor de Alencar Furtado, por volta das 22h30 de sexta.

Frentista executado na saída do bar

Em São José dos Pinhais, o frentista Fabiano David Garibe, 21 anos, foi executado quando saía de um bar, em companhia de uma mulher e dois amigos. Foi por volta das 19h40 de sexta-feira, na Alameda Bom Pastor, Ouro Fino, em São José dos Pinhais, quando eles entravam no Gol de Fabiano. Um homem se aproximou e efetuou três disparos contra Fabiano. A única notícia que se tem sobre o assassino é que ele vestia um sobretudo preto. Os amigos ainda tentaram seguir o criminoso, mas não o encontraram. Segundo informações, Fabiano era morador do Barreirinha, em Curitiba, mas já havia residido na região onde foi morto.

Em Pinhais, o catador de papéis Jocemar Lima dos Santos, 20 anos, foi esfaqueado na Rua Justiliano Mendes da Silva, Vila Tiradentes. Segundo a Delegacia de Homicídios, o motivo seria uma briga entre desocupados. O irmão de Jocemar, Angelo Neri Lima dos Santos, contou aos policiais que o irmão não morava mais com a família há dois anos, e não tinha residência fixa. Ele perambulava pelo centro do município. Segundo Ângelo, Jocemar era usuário de drogas e se envolvia com roubos na região. O catador de papel levou uma facada na altura do pescoço. Chegou a ser socorrido pelo Siate, mas morreu por volta das 23h, no Hospital Cajuru.

Em Colombo, um homem identificado por Ronaldo dos Santos, foi encontrado morto a facadas, em via pública, por volta das 3h da madrugada de ontem. (GU e FS)