O governador Roberto Requião autorizou ontem a abertura de licitação para construir o Centro de Detenção e Ressocialização de Londrina. A obra tem o custo previsto de R$ 12 milhões e abrirá 960 vagas no Sistema Penitenciário, sendo 600 destinadas a presos provisórios e 300 a condenados.

De acordo com o secretário da Justiça e da Cidadania, Aldo Parzianello, o Centro será dividido em 864 alojamentos e 96 celas individuais para triagem. “Com isso o governador atende a uma reivindicação antiga de Londrina, o que reduzirá sensivelmente a superpopulação carcerária das delegacias daquela região”, concluiu Parzianello.