Um dos integrantes de uma organização criminosa especializada em contrabandear eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos foi preso na manhã de ontem, no Paraná, durante a Operação Canal Vermelho II, da Polícia Federal (PF). Ação também foi deflagrada no Ceará, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal. Foram cumpridos cinco mandados de prisão e 31 de busca e apreensão.

As investigações sobre a quadrilha, que tem conexões internacionais, tiveram início em 2008, após a tentativa de homicídio contra um auditor da Receita Federal, no Ceará. O atentado foi ordenado por um comerciante iraniano que liderava o bando. Ele estava preso e determinou também outros o assassinato. Uma gráfica no Ceará produzia blocos de notas fiscais falsas para “regularizar” as mercadorias trazidas do Paraguai.