Policiais do Paraná e de Santa Catarina prenderam 37 pessoas em União da Vitória (PR) e Porto União (SC). A Operação Divisa Integrada também apreendeu 220 gramas de maconha, 84 pedras de crack, seis armas de fogo, munição e mais de R$ 500. Participaram da ação, realizada na semana passada, policiais civis e militares dos dois estados.

Os sete dias da operação, envolveram aproximadamente 100 policiais, 24 viaturas, dois delegados e um cão farejador. O objetivo foi reforçar o combate à criminalidade, em especial, a relacionada com o tráfico de drogas. Dos detidos, 27 tinham envolvimento com o tráfico, e os outros 10 eram suspeitos de furto, porte ilegal de armas e receptação de produtos roubados.

O delegado Nagib Nassif Palma, chefe da 4.ª SDP – Subdivisão Policial de União da Vitória, explicou que a integração foi importante para obter resultados significativos. “As duas cidades são divididas apenas por um trilho de trem, mas, sob o aspecto social, principalmente o da criminalidade, é uma cidade só. Por isso, é importante trabalharmos em conjunto”, explica.

De acordo com Palma, a proximidade dos municípios possibilita a livre e rápida circulação de pessoas. “Essa foi a primeira operação em conjunto com policiais dos dois Estados, mas sempre existiu troca de informações”, ressalta.

Em abordagem de trânsito, foram autuados 120 veículos e apreendidos 24. “Como desdobramento dessa operação, foram recuperados uma Eco Sport e outras duas motos”, enumera. Somente neste ano, a delegacia de União da Vitória coordenou mais de 10 operações integradas entre a polícia Civil e Militar. Além de União da Vitória, estas operações compreenderam os municípios de Bituruna, General Carneiro, Paula Freitas, Porto Vitória e Cruz Machado.