Policiais do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, com o apoio da Corregedoria da Polícia Civil, estão realizando, nesta terça-feira (17), uma operação policial para cumprir mais de 30 mandados judiciais (prisão temporária e busca e apreensão) de suspeitos de extorsão e formação de quadrilha. A suposta quadrilha é formada por policiais civis, advogados e outras pessoas ligadas ao grupo.

A operação teve inicio às 6 horas e contou com o apoio de aproximadamente 100 policiais. Até o momento, 16 mandados de prisão já foram cumpridos, dentre eles o de uma delegada e de vários policiais civis. Participam ainda da operação policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), do Grupo de Operações Especiais (Goe) e das Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (Rone).

Mais informações na edição desta quarta-feira dos jornais O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná.