Um chacareiro, morador no Jardim das Graças, em Colombo, viu seu cão com um grande osso na boca. Ao ver de onde o cachorro tinha trazido aquilo, encontrou o restante de uma ossada humana num matagal perto de sua casa.

Outra ossada foi encontrada também em um matagal, na Avenida Rui Barbosa, em São José dos Pinhais, no final da tarde de ontem. A polícia calcula que a morte ocorreu há dois anos. Um homem entrou no matagal para fazer necessidades fisiológicas e deparou com os ossos.