O motoboy Eduardo Barros Almeida, 24 anos, morreu no início da madrugada de ontem no Hospital Cajuru. Ele estava internado desde às 3h15, do dia 16 de junho, depois de ter sido baleado por ladrões durante um assalto, ocorrido em frente à residência dele, em Pinhais.

Segundo o irmão da vítima, Claudionor Francisco Almeida, o assalto aconteceu quando Eduardo chegava em casa, com sua motocicleta, na Rua Perdizes Depois de parar o veículo, dois homens, armados, se aproximaram e deram voz de assalto. A vítima reagiu e ao tentar segurar a arma, recebeu o primeiro tiro. Ferido, Eduardo saiu correndo em busca de auxílio, mas foi perseguido. Os ladrões voltaram a atirar e o motoboy foi alvejado novamente. A motocicleta da vítima foi levada pelos ladrões e, conforme Claudionor, até hoje não foi recuperada.