Fusca tomba após
colisão. Três mortos.

A tentativa de fazer um retorno na BR-277, próximo ao quilômetro 104, resultou em um grave acidente na tarde de ontem. Leonardo Soares da Costa, 79 anos, que conduzia o Fusca placa ACV-4206, morreu junto com seus dois filhos, Deleon, 12, e Leonardo,10. A família que ocupava o Vectra placa MDS-9999 teve ferimentos leves e foi encaminhada ao Hospital Evangélico.

De acordo com o subtenente Jaques, da Polícia Rodoviária Estadual, a colisão aconteceu por volta das 15h, quando Leonardo seguia pela BR-277, rumo a Campo Largo, e pretendia entrar na rodovia, no sentido a Curitiba.

Ao cruzar a pista, Leonardo colidiu com Vectra e o Fusca capotou, parando de lado na rua marginal à BR-277. O homem e seus dois filhos morreram dentro do carro, antes mesmo da chegada do socorro. João Miguel Borges, 23, que conduzia o Vectra, a mulher dele, Ivonete Fátima Borges, 20, e a filha do casal, Amanda Borges, 3, tiveram ferimentos leves e foram hospitalizados.

Segundo um dos populares, que afirmou ter presenciado o acidente, a causa teria sido uma falha mecânica no Fusca, uma vez que o carro teria pifado ao cruzar a pista. Porém, esta informação só poderá ser confirmada depois que o veículo for periciado.

Leonardo morava com os dois filhos em uma chácara, no bairro São Brás, e estava voltando para sua casa, depois de almoçar com alguns amigos.

Feriado movimenta estradas

O feriado de Tiradentes começou com grande movimento na BR-277, rodovia que liga Curitiba ao litoral do Estado. A concessionária Ecovia, que administra o trecho, chegou a registrar picos de 1.350 veículos por hora se deslocando às praias, na manhã de ontem. Apenas na quarta-feira, quando o movimento foi menor, mais de 8 mil carros se dirigiram ao litoral do Estado. A expectativa era de que cerca de 30 mil veículos descessem a Serra do Mar.

Apesar do movimento registrado, não houve congestionamentos ao longo da rodovia. No alto da serra, próximo ao viaduto Caruru (quilômetro 43), que está em obras, os motoristas encontram mão dupla em um trecho de 500 metros, por isso, o trânsito ficou um pouco mais lento no local. A Ecovia orienta o motorista para que redobre a atenção na sinalização implantada a partir do km 45, sentido litoral.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que realiza a Operação Tiradentes com intuito de prevenir acidentes, na BR-376, sentido Santa Catarina, a média de veículos na manhã de ontem foi de 2.500 veículos por hora. O fluxo diminuiu após o meio-dia.

Acidentes

Até a tarde de ontem, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) havia registrado 24 acidentes, com 16 feridos leves e 3 mortos nas estradas estaduais. Nas estradas federais, a PRF registrou 14 acidentes, 11 feridos e 2 mortos. Pela manhã, na BR-373, próximo a Ponta Grossa, o veículo que levava o garoto Leonardo Gonçalves Pimpim, de 6 anos, capotou. O menino não resistiu aos ferimentos e morreu. Na BR-277, quase em Foz do Iguaçu, Maria Vaez, 49, foi atropelada e morreu. O motorista fugiu sem prestar socorro.

No começo da tarde de ontem uma carreta capotou na Rodovia Régis Bittencourt, BR-116, sentido Curitiba, próximo ao viaduto da represa do Capivari, causando filas grandes nos dois sentidos da estrada.