O capotamento de um carro resultou na morte de Nathalia Martins Pacheco da Silva, de 6 anos, que estava sem cinto de segurança e teve o corpo ejetado para fora do veículo. O acidente ocorreu por volta das 22h de domingo, na Estrada da Ribeira, em Colombo. O condutor, Cleverson Batista da Silva, 23 anos, era pai da criança e foi autuado em flagrante por dirigir embriagado.

O motorista foi conduzido pela Polícia Rodoviária Federal até a delegacia do Alto Maracanã, onde ficou preso após ser comprovada a embriaguez mediante teste de bafômetro. Ele pode responder por homicídio doloso, além de outros crimes de trânsito.

Além de Cleverson, no carro havia outros três adultos, uma adolescente de 15 anos e as duas crianças, uma de 2 anos, que saiu ilesa, e a irmã dela, que morreu. Segundo o guarda municipal de Colombo, Alexandre Garcia, que atendeu a ocorrência, o grupo voltava de um pesque-pague da região, onde havia passado o dia todo ingerindo bebida alcoólica.

“Todos os adultos estavam com sinais de embriaguez no momento em que chegamos ao local. Algumas pessoas que voltavam do pesque-pague e viram o acidente tentaram agredir o pai da menina quando o reconheceram. Nós tivemos de cercá-lo para evitar o pior”, conta o guarda.

Os passageiros do veículo disseram a Guarda Municipal que o motorista e a esposa, Geisielly Andressa Martins Pacheco, 21, que estava no banco da frente, tiveram uma briga no momento do acidente, com socos e tapas. O fato fez com que Cleverson perdesse o controle da direção em uma curva e capotasse o carro. A menina de 6 anos estaria sentada no colo da mãe quando foi ejetada. A mãe da criança e a adolescente foram encaminhadas ao hospital com ferimentos, mas não correm risco de morrer.