O governo do Paraná lançará, nesta quarta-feira (06), 20 editais para construção de seis cadeias públicas e de seis Centros de Integração Social e ampliação de oito unidades prisionais.

O investimento, estimado em R$ 161 milhões, foi anunciado pelo governador Beto Richa na quarta-feira (30) da semana passada, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

As obras vão abrir 6.670 vagas no sistema penitenciário e acabar com a superlotação em delegacias. O processo é administrado pela Paraná Edificações, autarquia da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística.

As construções e ampliações serão nas cidades de Piraquara, Londrina, Campo Mourão, Guaíra, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Cascavel. Após a contratação, as empresas terão até 12 meses para concluir as obras.

As obras fazem parte do Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional, do Ministério da Justiça. Dos recursos, R$ 116 milhões serão da União, com repasse da Caixa Econômica Federal, e R$ 45 milhões da contrapartida do Estado.