O cadeirante Fábio Lourenzo Pereira, 30 anos, foi assassinado na esquina da Rua Gari, com a Rua Bley Zorning, Boqueirão. O crime aconteceu por volta de 1h30 de ontem e, segundo a família, supostamente está relacionado com o tráfico de drogas.

A mãe e a tia do rapaz estiveram no Instituto Médico-Legal (IML) e na Delegacia de Homicídios (DH). Segundo elas, o rapaz costumava ficar na rua e não tinha bons amigos.

“Há dez anos, ele foi ferido com um tiro na coluna e ficou paraplégico. Existia a esperança que ele voltasse andar, mas não deu tempo”, lamentou a tia. “Quem se mete com as coisas erradas, não tem outro fim”, completou a mãe.