Foto: Alberto Melnechuky/Tribuna

Sebastião estava de bicicleta,
que sumiu na confusão,
antes do corpo ser recolhido.

O pastor evangélico Sebastião Albuquerque Dias, 37 anos, foi encontrado morto às 22h45 de quarta-feira. O corpo, perfurado a tiros, estava caído no meio da Rua João Leopoldo Jacomel, embaixo do viaduto do Contorno Leste (PR-415), em Piraquara. No asfalto, havia marcas de sangue e alguns dentes. A polícia suspeita que ele tenha sido assassinado em outro local e depois jogado na rodovia.

Segundo os soldados Bertuzzi e Dranka, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, que atenderam a ocorrência, uma denúncia anônima no 190 alertou-os sobre o crime ocorrido no Jardim Esmeralda. ?Quando chegamos ele já estava morto. Foi ferido com quatro tiros, três na barriga e um na boca?, disse Bertuzzi. A delegacia local vai investigar o crime, mas os policiais militares acreditam não se tratar de latrocínio (roubo com morte). ?Ele estava com o relógio e, na carteira, havia R$ 301,00?, explicou o PM.

Igreja

Na manhã de ontem, a esposa da vítima compareceu à delegacia de Piraquara. De acordo com o delegado Hertel Rehbein, ela disse que Sebastião era pastor evangélico e que estava a caminho da Igreja Visão Missionária, no bairro São Cristovão, quando foi atacado. Ele saiu de casa com a bicicleta e o celular, que desapareceram.

Pelas primeiras informações recebidas pelo delegado, a bicicleta da vítima estava próxima, quando o corpo foi localizado, porém algum transeunte deve ter aproveitado a confusão para levar o veículo. Nenhuma hipótese para a morte do pastor está descartada. Sebastião não tinha antecedente criminal.