Cinco suspeitos de comandar o tráfico de drogas no Boqueirão, Alto Boqueirão, Portão e Sítio Cercado foram presos pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). Na casa de um dos “patrões”, a polícia encontrou munição para fuzil e metralhadora, e insígnias da Polícia Civil. Entre os detidos, está uma mulher que mandava adolescentes venderem a droga. Foram apreendidos 200 gramas de cocaína, 700 gramas de maconha e 25 pedras de crack.

De acordo com a delegada Camila Cecconello, o foco da investigação era prender os gerentes do tráfico, que repassam drogas para serem vendidas por terceiros nas “biqueiras”. “Eles não colocavam as mãos na droga. Agiam com cautela pra não armazenar os entorpecentes, atuando como “chefes”. Só davam ordens. Cada um gerenciava de quatro a cinco “biqueiras”, contou a delegada.

Foram pesos Natalina de Jesus dos Santos, 35 anos, Regina de Fátima Gomes, 55, Edgar Cordeiro Júnior, 41, José Albino Rossa Júnior, 28, e Carlos Henrique da Silva, 18. Natalina seria responsável por fornecer drogas para diversos pontos de venda da Vila Pantanal. Ela usava adolescentes para repassar a droga às “biqueiras” que gerenciava.

Falso policial

Edgar coordenava o tráfico no Portão. Na casa dele, foram apreendidas munições de fuzil e calibre ponto 50, coletes e insígnias da Polícia Civil. Também havia coldres, algema, porta carregador para pistola, máscara balaclava e maconha. Em uma oficina mecânica, no mesmo bairro, foram apreendidas munições de calibres restritos.

Carlos é suspeito de coordenar a revenda de drogas no Sítio Cercado, em companhia de seu irmão adolescente.

José foi identificado pela polícia como fornecedor e dono de um ponto de venda de drogas no Boqueirão.