Acusado de mandar matar o próprio pai, Vanderlei Guimarães Pimentel, de 21 anos, foi preso ontem pela Polícia Civil (PC) de Palmas. O fazendeiro Joselim Mariano Pimentel, de 72 anos, foi assassinado em sua fazenda, em Aripuanã (MT), no dia 1.º de março.

O delegado Átila Darold Roesler informou que o acusado e seu pai residem na cidade, onde também tem fazendas. Ele disse que no feriado de Carnaval, Vanderlei que era o filho mais velho do fazendeiro, viajou com o pai para Mato Grosso. Assim que chegaram na fazenda foram abordados por alguns homens, que dispararam vários tiros contra o fazendeiro, deram uma paulada em sua cabeça e nada levaram.

Logo após o crime, a polícia de Mato Grosso ouviu o rapaz, que não sofreu ferimento. Ele alegou que os bandidos mandaram que ele corresse. “As suspeitas aumentaram porque o rapaz não ficou abalado com a morte do pai e dias depois da morte já queria vender alguns bens da família. Ele tem mais três irmãos, todos menores”, contou Átila.

Segundo o delegado, as investigações realizadas em conjunto com a policia do Mato Grosso, apontaram vários indícios de que os autores do crime foram contratados por Vanderlei. “O mandado de prisão foi expedido pela Justiça do Mato Grosso, que também decretou a prisão dos autores do crime”, informou o delegado.