Maria deixou a planta crescer
porque a achava ?bonitinha?.

Cultivar quatro pés de maconha, no quintal de casa, na Rua Carlos de Campos, n.º 1.536, Boa Vista, colocou a doméstica Maria de Lurdes Gonçalo, 45 anos, atrás das grades. Ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas por policiais do 5.º Distrito Policial (Bacacheri), ontem. Maria de Lurdes alega ser viciada em drogas e que plantou a erva para consumo familiar e porque acha a planta bonita.

O superintendente Jurandir Mulizini informou que os policiais receberam uma denúncia anônima de que havia uma plantação de maconha, naquele endereço. Os investigadores foram até o local indicado na manhã de ontem e prenderam a mulher em flagrante. “Ela já tem passagem por uso de entorpecentes. A denúncia que temos é que ela vendia a droga. Além dos pés de maconha, apreendemos um saco plástico com folhas de maconha seca”, ressaltou o superintendente.

Vício

Maria de Lurdes alega que não plantou as árvores em seu quintal. “Lá em casa a gente sempre fuma e joga as bitucas no quintal. Acho que por isto que nasceram as árvores”, alegou. “Até pensei em cortar as árvores, mas são tão bonitinhas”, justificou a mulher.

Ela disse que chegou a podar as árvores, as quais cultiva há oito meses. “Era para que ninguém visse, mas não adiantou nada”, lamentou.