Luís, André e Eugênio,
perseguidos e presos.

Três acusados de assaltar uma loja especializada em som automotivo foram perseguidos e presos pela Polícia Militar, no final da manhã de ontem. Funcionários do estabelecimento, localizado na Rua Pedro Gusso, Cidade Industrial, reconheceram André Mendes dos Anjos, 24 anos; Eugênio Orélio de Oliveira, 28, e Luís Fabiano Dutra Marques, 25, como autores do roubo.

A loja foi atacada às 11h de ontem. Três homens, dois deles portando pistolas, dominaram as vítimas e saíram levando cinco aparelhos de CD de carro, um magazine, um módulo e um telefone celular. Para a fuga, roubaram um Gol branco, estacionado em frente ao endereço.

A Polícia Militar foi acionada e começou a patrulhar a região. Uma testemunha forneceu a pista fundamental: viu os acusados abandonando o Gol no Jardim Campo Alegre, CIC, e embarcando um Escort azul que os aguardava.

Com a placa do Escort, policiais militares do 13.º Batalhão localizaram o carro na Rua João Bettega, esquina com Rua Desembargador Cid Campêlo. Surpreendidos, os suspeitos se entregaram sem reagir.

Dentro do carro, a PM apreendeu o produto do roubo a as duas pistolas. “Além disso, as vítimas reconheceram os três. Eles não têm como negar”, disse o sargento Anderson, um dos policiais que participou das prisões.

André tem passagem por furto e porte ilegal de arma, e Eugênio, o dono do Escort, por assalto. Luís Fabiano não tinha antecedentes. Todos foram levados ao 11.º Distrito Policial (CIC).