Policiais militares do serviço reservado, do 22.º Batalhão, trocaram tiros com assaltantes, na manhã de ontem, no Santa Cândida. Um dos marginais morreu no confronto, dois ficaram feridos e outro foi preso. O bando é suspeito de roubar uma farmácia, na Estrada da Ribeiro, no Alto Maracanã, em Colombo, horas antes.

Testemunhas relataram que quatro bandidos armados invadiram a farmácia, trancaram os funcionários no banheiro e levaram dinheiro e alguns produtos. Um deles foi facilmente descrito pelas vítimas, porque tem um defeito físico na boca.

Pelas características repassadas pelas vítimas, os policiais do serviço reservado localizaram um suspeito, poucas horas depois, circulando em Colombo, com um Peugeot. O rapaz foi abordado, detido e reconhecido pelos funcionários da farmácia. Em seguida, os policiais pediram que ele indicasse onde estavam seus comparsas.

Tiroteio

Por volta do meio-dia, a equipe chegou a um sobrado, na Rua Luiz Carlos Cardoso, no Santa Cândida, em Curitiba. Segundo o tenente Risoni, a residência apontada pelo detido estava com as portas abertas. Assim que os policiais entraram, se depararam com dois marginais armados, que atiraram. No revide, os os suspeitos foram atingidos e um morreu no local. O outro foi ferido na perna e levado pelo Siate, em estado grave mas sem risco de morte. Uma adolescente, de 15 anos, que apareceu no meio do confronto, também foi baleada de raspão.

Pelas armas encontradas na casa e a maneira como os bandidos reagiram à chegada da polícia, não se descarta que se trate de uma quadrilha de assaltantes, que atua nas redondezas. A polícia deve checar a procedência de várias placas de carros encontradas no sobrado, além de uma moto “piseira”, ou seja, adulterada e passada de mão em mão sem as devidas transferências e pagamentos.