Em meio à onda de violência em casas noturnas, o prefeito Luciano Ducci (PSB), assinou ontem o decreto 1366/2011, que prevê a criação de uma câmara técnica setorial para discutir assuntos referentes ao setor. No entanto, a criação da câmara não foi motivada pelos casos de violência registrados recentemente.

De acordo com o presidente do conselho de administração da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Marcelo Woellner Pereira, a iniciativa era uma reivindicação antiga da entidade, que será uma das integrantes da câmara. “Antes, tentávamos resolver problemas pontuais, agora vamos discutir soluções mais abrangentes”, conta.

O objetivo é aproximar o poder público e a iniciativa privada, discutindo as questões referentes ao setor, como alvarás e a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). A violência deve entrar nas discussões. Para isso, as secretarias municipais Antidrogas e da Defesa Social, entre outras entidades, participam do grupo.