Policiais do Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos), de Pato Branco, prenderam, segunda-feira (12), dois homens suspeitos de tráfico de drogas. Edson Cezar Gonçalves Bueno, 36 anos, e Manoel Messias Pinto, 64, foram detidos no momento em que retiravam 15 quilos de crack do tanque de combustível de um carro. No local, também foram apreendidos mais 5 quilos da droga, totalizando 20 quilos, e 800 gramas de cocaína, além de celulares, R$ 11 mil em dinheiro e uma pistola calibre 380, com 25 cartuchos.

Segundo o delegado Adriano Chohfi, chefe do Denarc de Pato Branco, Bueno era investigado há mais de três meses, devido a denúncias feitas pelo telefone 181-Narcodenúncia. “Segundo o que apuramos, Bueno seria um dos maiores fornecedores de droga da região sudoeste, revendendo inclusive para outros traficantes”, explica o delegado.

Messias Pinto foi detido pelos policiais, quando tirava os tabletes da droga do veículo, em frente à sua casa, no bairro Vila Izabel. Bueno tentou fugir pulando o muro dos fundos da casa, mas foi detido em seguida pelos policiais do Denarc, que contaram também com o apoio da Polícia Militar e da 5.ª Subdivisão Policial (SDP) de Pato Branco. Segundo o delegado Chohfi, Bueno estava armado, mas não tentou reagir.

Em seu depoimento, Messias Pinto confessou ser o responsável pelo transporte dos 15 quilos de crack de Cascavel para Pato Branco. Segundo informações da polícia de Santa Catarina, Bueno é foragido da Penitenciária de Chapecó há mais de três anos, onde estava preso por tráfico de drogas e era considerado um grande traficante no Estado. Messias Pinto foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, assim como Bueno que também irá responder por posse ilegal de arma de fogo.