Policiais do Núcleo de Repressão ao Tráfico de Drogas da Dinarc (Divisão de Narcóticos) apreenderam, nesta segunda-feira (25), 22 quilos de maconha em Engenheiro Beltrão, Noroeste do Estado. A droga estava escondida dentro do pára-choque e nas laterais de um Escort prata com placas de Curitiba.

Segundo a polícia, o motorista do veículo, Ailton José Braz, 52 anos, é detento da Colônia Penal Agrícola e tinha conseguido liberação por cinco dias para visitar familiares em Umuarama. ?Ele confessou, durante o seu depoimento, que levava a maconha para Curitiba. A droga seria deixada na rodoferroviária e ele ganharia R$ 3 mil pelo transporte?, explicou o delegado Cristiano Augusto Quintas dos Santos , da Dinarc.

?Ele não quis nos dizer para quem estava realizando o serviço, apenas alegou que recebeu as informações de como deveria fazer o transporte da droga através de outro detento da Colônia Penal Agrícola?, informou o delegado Michel Eynard, também da Dinarc. Segundo o delegado, a polícia recebeu a informação do transporte da droga através de denúncia anônima. Ailton foi pego em blitz na rodovia que liga Engenheiro Beltrão a Quinta do Sol, às 5h.

De acordo com as informações levantadas pela polícia, Braz já tinha passagens pelos crimes de roubo e estelionato e agora foi atuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele foi encaminhado provisoriamente para a carceragem de Francisco Beltrão. ?Ele deverá voltar para o regime fechado?, finalizou o delegado Cristiano Augusto Quintas dos Santos. A droga apreendida permanece na delegacia de Engenheiro Beltrão, mas será encaminhada para o Instituto de Criminalística para ser periciada.