A polícia de Campo Largo identificou dois suspeitos de homicídios ocorridos neste mês. Um deles é Giovani Carlos Baltazar Radicheski, 20 anos, que teria matado Dionísio Medeiros Canapin, 48, na madrugada de segunda-feira, na Rua João Backo, no São Vicente. A delegacia apurou que o crime foi motivado por disputa pelo domínio do tráfico de drogas.

Giovani e quatro comparsas chamaram Dionísio no portão de casa e, após uma rápida conversa, o mataram com dois tiros, no braço e no rosto. Testemunhas relataram à polícia que Giovani segurava a pistola calibre 380, usada no crime, conforme informou o superintendente Juscelino Bayer.

Outro

Também está identificado o suspeito de matar Rodrigo Pires, 24, na noite de sexta-feira, no Bom Jesus. Familiares de Marcos Roberto Kukindek, 18, confirmaram que o rapaz matou Rodrigo porque era ameaçado por ele.