Foto: Anderson Tozato/Tribuna
O menor, Adriano e Elias, apanhados pelo "celular".

Três assaltantes, que atuavam armados e sobre bicicletas nos bairros Batel, Seminário e Rebouças, foram presos na manhã de ontem por policiais do 9.º distrito (Santa Quitéria). Adriano Andrade de Oliveira, 23 anos, Elias Travasso de Lima, 25, e um adolescente de 17, confessaram que realizaram mais de dez roubos na região, abordando pessoas nas ruas, em pontos de ônibus, em comércios, etc.

O trio fazia os assaltos e corria para o bairro Parolin, onde moram.

Três vítimas procuraram a delegacia do Santa Quitéria, na semana retrasada, relatando as mesmas características dos bandidos. Um revólver calibre 22, mais munição para revólveres calibre 32 e 38 foram encontrados nas residências dos três detidos. A polícia ainda procura mais um revólver calibre 38 usado por eles.

A polícia também recuperou três celulares, dinheiro, além de carteiras e documentos, parte do material já entregue às pessoas assaltadas.

Prisão

Os bandidos foram pegos por um pequeno deslize.

Na manhã de ontem, uma jovem foi à delegacia relatar que haviam roubado seu celular. Então os policiais resolveram telefonar para o número, e uma moça atendeu. Sem se identificar como policial e explicando sobre o roubo, a moça do outro lado da linha se prontificou a "negociar" o aparelho. E num encontro marcado, sem saber que era com policiais, ela contou onde encontrar o trio, de quem ela diz ter comprado o celular.

Foi dessa forma que os assaltantes foram pegos pelos investigadores Guilherme e Walter, além do delegado Adriano Ribeiro, que os autuou por roubo qualificado.

Adriano e Elias não têm antecedentes criminais, e o adolescente disse ao superintendente Jahfar Sadek que já ficou detido por um dia na Delegacia do Adolescente. Vítimas que reconhecerem os bandidos devem entrar em contato ou comparecer ao 9.º Distrito (Santa Quitéria), para ajudar a polícia com informações e reconhecimentos. O telefone da delegacia é (41) 3242-1312.