Em operação determinada pelo secretário da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa, investigadores do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) fecharam, na noite de sexta-feira (7), quatro bingos em Curitiba. Foram apreendidas pelos policiais civis 113 máquinas caça-níqueis. Os responsáveis pelos estabelecimentos foram encaminhados à sede do Cope, onde assinaram termo circunstanciado de infração penal e foram liberados.

De acordo com o delegado-chefe do Cope, Hamilton da Paz, os estabelecimentos funcionavam em prédios comerciais e residenciais, com monitoramento por câmaras e vigias, além de terem todas as suas janelas bloqueadas por pesadas cortinas e películas. Na Rua Matheus Leme foram apreendidas 34 máquinas, na Rua Augusto Stresser, 30 máquinas, na Rua Santo Antonio, mais 14, e na Rua João Negrão, 35 caça-níqueis.

Os clientes dos estabelecimentos, em sua maioria pessoas idosas, foram identificados e liberados, cientes de que podem ser chamados para depor perante a Justiça.

Em todos os locais vistoriados o fator surpresa foi determinante para o sucesso da ação, conforme explicou o delegado Hamilton da Paz, e apenas na Rua João Negrão a responsável pela casa de jogo negou-se a abrir a porta. “Com essa atitude, foi demonstrada grande irresponsabilidade daqueles contraventores, que colocaram em risco a saúde de seus clientes, todos pessoas de idade, que poderiam, durante o tempo em que levamos para conseguir acesso, apresentar problemas de saúde.”

As máquinas foram periciadas pelo Instituto de Criminalística ainda nos locais apreendidos. Elas estão à disposição da Justiça, que deve determinar a destruição dos equipamentos.