A Delegacia de Homicídios (DH) investiga duas mortes e uma tentativa de homicídio ocorridas segunda-feira. No Parolin, Diego Ferreira, 22 anos, foi baleado na Avenida do Canal, por volta das 23h45 de segunda-feira.

O Siate o socorreu, mas o rapaz já chegou morto ao Hospital Evangélico. Ele levou dois tiros na cabeça, um no peito e outro nas costas. Diego era morador do Jardim Guaraituba, em Colombo.

Baleado desde 1.º de agosto, Celso Teodoro Cruz, 36 anos, morador no Xaxim, morreu ao meio-dia de segunda-feira, no Hospital do Trabalhador. Ele foi baleado, quando saía da casa de sua companheira, próximo da Rua José Krenchiclova, no Tatuquara. Transeuntes o viram caído num ponto de ônibus e chamaram o Siate.

O delegado Naylor Robert, da DH, explica que o motivo do crime seria vingança, porque Celso testemunhou um crime e denunciou o autor à polícia. O delegado já possui indicações de quem seja o assassino.

Vivo

Debaixo do Viaduto do Sabará, na Cidade Industrial, Fábio Natalino Falkievicz, 28, levou dois tiros na nuca, por volta das 7h de segunda-feira. Ele foi levado pelo Samu, com risco de morte, ao Hospital Evangélico, onde permanece internado.