A partir de depoimentos prestados na delegacia de Piraquara, policiais conseguiram obter as primeiras informações concretas que podem ajudar na elucidação do duplo homicídio ocorrido no último dia 7, na Rua Betonex, Jardim Holandês. Na ocasião foram assassinados Cílio Inácio Peixoto, 39 anos, e um amigo dele, que ainda não foi identificado oficialmente.

De acordo com o superintendente Edson Costa, familiares de Cílio prestaram esclarecimentos no início da tarde de ontem e revelaram a alcunha da vítima desconhecida. “Ele era conhecido por ‘Ticão'”, disse o policial. Além dessa informação foi apurado também que uma Brasília azul teria sido usada na dupla execução. “Já temos alguns suspeitos da autoria e com essas informações vamos avançar ainda mais nas investigações”, declarou Costa.

Morte

As duas vítimas foram baleadas no meio da Rua Betonex, e caíram a uma distância aproximada de 50 metros uma da outra. Cílio foi alvejado por três tiros no peito e na cabeça enquanto a outra vítima recebeu um balaço na cabeça. Segundo moradores locais, foram ouvidos cerca de dez disparos naquela noite e dois homens vistos correndo. Pelos levantamentos realizados pelos policiais do 17.º BPM, Cílio teria passagens pela polícia, inclusive acusado da prática de homicídio.

Sobre o motivo da dupla execução, o superintendente Costa preferiu não comentar. “A revelação de outros dados podem atrapalhar as investigações e prefiro não divulgar”, completou.