Foto: Aliocha Maurício/Tribuna
Chácara servia de cativeiro
e para o desmanche de carretas,
em Piraquara.

Quatro integrantes da quadrilha de roubo de cargas, que agia no município de Campina Grande do Sul, estão sendo caçados pela polícia. O delegado Vinícius Martins prefere não divulgar o nome dos envolvidos para não atrapalhar as investigações, mas prometeu que a prisão deles é uma questão de tempo.

Ele contou que na noite de terça-feira foi ouvido na DP o proprietário da chácara, estourada por policiais rodoviários federais, que funcionava como desmanche e cativeiro, distante a um quilômetro do centro de Piraquara. Também prestou depoimento, o homem que alugou a chácara e cedeu para o grupo. Nenhum deles foi preso, porque a polícia não comprovou o envolvimento dos dois com os roubos de cargas.

A chácara foi descoberta pela polícia por volta do meio-dia de anteontem, após o grupo roubar uma carreta bitrem contendo compensados. Intacta, a carga estava nos fundos da propriedade. Os marginais não se preocuparam em esconder o produto do roubo, já que da estrada que dá acesso à chácara era possível ver a carreta tomada em assalto.